Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.13/1315
Título: Associação do envolvimento à actividade física e à aptidão em jovens madeirenses
Autor: Ramos, Elisa Cristina Abreu Viúla
Freitas, Duarte Luís de
Maia, José António Ribeiro
Beunen, Gaston Prudence
Claessens, Albrecht Leo
Quintal, Élvio Rúbio Quintal
Marques, António T.
Thomis, Martine Ann
Lefevre, Johan Aimé
Palavras-chave: Actividade física
Aptidão física
Envolvimento
Crianças
Madeira (Portugal)
.
Faculdade de Ciências Sociais
Data: 2008
Editora: Universidade do Porto, Faculdade de Desporto
Citação: Ramos, E. C., Freitas, D. L., Maia, J. A., Beunen, G. P., Claessens, A. L., Gouveia, É. R., ... & Lefevre, J. A. (2008). Associação do envolvimento à actividade física e à aptidão em jovens madeirenses. Revista Portuguesa de Ciências do Desporto, 8(2), 229-240.
Resumo: O objectivo central do presente estudo consistiu em investigar a associação do meio (urbano, semi-urbano e rural) à actividade física e à aptidão na criança e no adolescente madeirense. A amostra foi constituída por 1498 sujeitos, 758 rapazes e 740 raparigas, que participaram no ‘Estudo de Crescimento da Madeira’. A actividade física e a aptidão foram avaliadas através do questionário de Baecke e da bateria de testes motores Eurofit, respectivamente. As crianças e adolescentes madeirenses do meio urbano apresentaram valores mais elevados de prática regular e sistemática de um ou mais desportos. Os resultados para as componentes da aptidão física não favorecem um único meio sócio-geográfico. Os rapazes do meio urbano e/ou semi-urbano foram mais proficientes na flexibilidade, força e resistência muscular, e potência, enquanto os rapazes rurais apresentaram melhores resultados na resistência aeróbia, força estática, e velocidade/agilidade. As raparigas do meio urbano e/ou semiurbano apresentaram melhores resultados na velocidade/agilidade, enquanto as raparigas do meio rural foram mais proficientes na força estática e na força e resistência muscular. A eliminação dos diferenciais negativos na actividade física e na aptidão associados ao meio sócio-geográfico irá resultar numa melhor saúde das crianças e adolescentes madeirenses.
URI: http://hdl.handle.net/10400.13/1315
Aparece nas colecções:Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DuarteFreitas20.pdf402,88 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.