Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.13/1595
Título: O desenvolvimento da reflexão em contexto de supervisão da prática pedagógica
Autor: Santos, Simone Verónica Serrão dos
Orientador: Sousa, Jesus Maria Angélica Fernandes
Palavras-chave: Supervisão
Supervisor
Prática pedagógica
Educador reflexivo
Reflexão
Supervision
Pedagogical practice
Reflective educator
Reflection
Ciências da Educação - Supervisão Pedagógica
.
Faculdade de Ciências Sociais
Data de Defesa: 25-Out-2011
Resumo: O presente estudo intitulado “O Desenvolvimento da Reflexão em Contexto de Supervisão da Prática Pedagógica” aborda a temática da Supervisão da Prática Pedagógica e da Prática Reflexiva. De natureza qualitativa, procura apurar se a supervisão da prática pedagógica constitui uma actividade promotora de reflexão, concentrando-se no estudo das estratégias utilizadas para a sua promoção e dos constrangimentos que se colocam ao seu desenvolvimento. Para tal, procurámos conhecer as concepções e práticas de nove educadores cooperantes que supervisionaram a prática pedagógica desenvolvida pelos alunos do primeiro ano do segundo ciclo em Educação Pré-Escolar e Ensino do primeiro ciclo do Ensino Básico na Universidade da Madeira, no ano lectivo de 2010/2011 em contexto pré-escolar, e ainda quatro estagiários e o respectivo professor orientador. Assim, a pesquisa efectivada a partir de entrevista e de observação, permitiu conhecer as concepções dos sujeitos sobre o papel do supervisor e a importância conferida à prática da reflexão e o modo como esta é percepcionada e operacionalizada no contexto de supervisão da prática pedagógica. Em síntese, o estudo apresenta a supervisão da prática pedagógica como um ambiente formativo estimulador da reflexão sobre as práticas. Valorizada desde o início da formação, a reflexão é entendida como uma condição em educação e um meio potenciador de uma melhor e mais fundamentada actuação. Neste contexto, o supervisor é encarado como alguém que ensina, que apoia e que intervém quando necessário. A promoção da reflexão por parte do supervisor, implica que este fomente espaços de planeamento e de reflexão, assentes no diálogo, na disponibilidade, na abertura, na partilha de conhecimentos e na receptividade, e nos quais assuma o papel de estimulador, questionador e orientador. Considerado como modelo, uma postura reflexiva da sua parte contribui para que uma mesma seja adoptada pelos formandos.
The present study entitled “The Development of the Reflection in the Context of Supervision of the Pedagogical Practice” addresses the issue of the Supervision of Pedagogical Practice and of the Reflective Practice. Qualitative in nature, it tries to determine whether the supervision of the pedagogical practice constitutes an activity promoter of reflection, focusing on the study of the strategies used to its promotion and the constraints facing its development. To this end, we tried to understand the conceptions and practices of nine cooperating educators who supervised the pedagogical practice developed by the students of the first year of the second cycle in Preschool Education and Teaching of the first cycle of Basic Education at the University of Madeira, at the academic year of 2010/2011 in pre-school context, plus four trainees and the teacher guiding them. Therefore, the research was effected from interview and observation, which allowed to identify the conceptions of the subjects about the role of the supervisor and the importance given to the practice of the reflection and how it is perceived and operationalized in the context of the supervision of the pedagogical practice. In summary, the study presents the supervision of the pedagogical practice as a training environment that stimulates reflection about the practices. Valued since the beginning of training, reflection is understood as a condition in education and an enhancer of a better and more informed action. In this context, the supervisor is seen as someone who teaches, supports and intervenes when necessary. The promotion of reflection by the supervisor, implies that he fosters the opportunities for planning and reflection, based on dialogue, on availability, on openness, on knowledge sharing and on receptivity, and on which he assumes the role of a stimulator, questioner and guide. Considered as a role model, a reflective stance from his part contributes to the same being adopted by the trainees.
URI: http://hdl.handle.net/10400.13/1595
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Madeira para em Ciências da Educação - Supervisão Pedagógica
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
MestradoSimoneSantos.pdf1,89 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.