Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.13/2143
Título: A participação de stakeholders no planeamento e gestão do turismo e da recreação em áreas protegidas: fundamentos sobre o processo participativo
Outros títulos: Stakeholders participation in tourism and recreation planning and management in protected areas: fundamentals on the participatory process
Autor: Rosa, Paulo Filipe
Carvalhinho, Luís Alberto Dias
Soares, Jorge Alexandre Pereira
Palavras-chave: Turismo
Recreação
Áreas protegidas
Stakeholders
Processos participativos
Tourism
Recreation
Protected areas
Participatory processes
.
Faculdade de Ciências Sociais
Data: 2016
Editora: Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo da Universidade do Algarve
Citação: Rosa, P. F., Carvalhinho, L. A. D., & Soares, J. A. P. (2016). A participação de stakeholders no planeamento e gestão do turismo e da recreação em áreas protegidas: fundamentos sobre o processo participativo. Tourism & Management Studies, 12(2), 96-106.
Resumo: O turismo e a recreação em áreas protegidas têm vindo a tornar-se cada vez mais relevantes a nível internacional e nacional. Neste sentido, é importante que estas áreas assumam princípios de planeamento e gestão destas práticas, de forma a melhor se enquadrarem neste crescimento e contribuírem para o desenvolvimento sustentável dos territórios onde se inserem. Neste domínio, surge a gestão participativa como uma condição essencial para o alcance dos princípios da sustentabilidade. Este artigo reflete um trabalho de revisão de literatura, com vista a uma melhor compreensão dos fundamentos que regem estes processos. A reflexão daqui derivante realça a importância de, a par de aspetos processuais, se considerar de forma mais aprofundada um conhecimento do perfil dos stakeholders, assente na comunicação ativa e legitimação para a participação. Considera-se que um conhecimento adequado do seu perfil e perspetivas acerca dos vários domínios do processo, poderá reduzir os problemas mais comuns derivantes da sua implementação.
Tourism and recreation in protected areas is becoming increasingly relevant at an international and national level. Therefore, it is important that these areas adopt principles of planning and management of tourism and recreation practices in order to better fit in this growth and contribute to the sustainable development of the territories. Regarding management, we found participatory management as an essential condition for the achievement of sustainability principles. This article reflects a literature review regarding a better understanding of the fundamentals governing these processes. The reflections made in this article stress, along with procedural aspects, the importance of a profound understanding of the stakeholders profile, based on active communication and legitimacy to participate. It considers that an adequate understanding of the stakeholders profile and perspectives about the several factors of the management process may reduce the most common problems deriving from its implementation.
URI: http://hdl.handle.net/10400.13/2143
DOI: http://dx.doi.org/10.18089/tms.2016.12211
Aparece nas colecções:Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
A participação de stakeholders no planeamento e gestão do turismoJorgeSoares.pdf1,13 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.